Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro revelam que são pagos por igreja evangélica

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro revelam que são pagos por igreja evangélica

A notícia foi publicada por um importante portal de notícias de Minas Gerais

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro Uma notícia publicada no site EM- Estado de Minas.  Então trouxe ainda mais revolta sobre o caso do atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Então os quatro advogados que defendem Adelio Bispo de Oliveira, estão sendo financiados por uma igreja evangélica, da cidade de Montes Claros, em Minas Gerais.

Assim A defesa de Adelio Bispo é formada pelos advogados; Marcelo Manoel da Costa, Oliveira Magalhães, Fernando Costa, Pedro Augusto de Lima Felipe e Zanone Manuel de Oliveira Júnior. No entanto Eles  estiveram todos na audiência de custodia, que ocorreu na cidade de Juiz de Fora, ainda na tarde da última Sexta-Feira (07).

Os advogados do réu preferiram manter em sigilo o nome da igreja que os patrocinaram, o que leva a imprensa a questionar o motivo de uma igreja evangélica decidir bancar tantos advogados para um homem preso em flagrante.

Uma outra hipótese, é que eles tenham mentido sobre essa informação, apenas para tirar o foco do verdadeiro financiador.

A Polícia Federal segue investigando se o homem agiu sozinho, ou se o atentado contra o presidenciável faz parte de um esquema montado para tirar a vida de Bolsonaro, envolvendo autoria intelectual.

Youtuber cristão vira alvo de críticas após mudar de opinião sobre Bolsonaro, “não voto mais”

Nesse meio tempo O youtuber e influenciador digital Paulo Souza, dono do canal do Youtube. No Entanto”, publicou na última sexta-feira (07), um vídeo em seu canal que acabou gerando a maior polêmica.

Com o título “Deixei de votar no Bolsonaro depois da facada“, ele inicia contando alguns fatos de sua juventude e confessa que já foi totalmente alienado em questões políticas, chegou a ser fã do guerrilheiro e político Che Guevara, e conta que pouco a pouco foi acordando e passou a ser uma pessoa de extrema direita.

O youtuber confessa que se tornou fã de Bolsonaro, e esclarece que o político não é esse monstro que a mídia vende, que esteve em um evento em que o presidenciável participou e pôde comprovar pessoalmente que o candidato não é o que a mídia fala, mas esclareceu que ele é “despreparado para o cargo de presidente“.

Paulinho conta que depois de estudar bastante sobre o candidato e ler livros de psicologia. Principalmente os que analisam o comportamento humano, ele chegou a conclusão que é um “Ateu político. Que não leva fé no super-herói político, principalmente na pessoa que se diz transformada por ter encontrada uma ideologia política.

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro

O jovem youtuber conta uma experiencia que teve há alguns anos com sua ex-esposa e filho. Quando foi abordado pela polícia à caminho da igreja e teve um desentendimento por não aceitar ser tratado como um delinquente. E foi ameaçado de morte pelo policial que o abordou.

A outra história que ele conta, é sobre a vitória do comunismo em Cuba. Que assim que Fidel Castro e Che Guevara assumiram o poder, executaram 400 pessoas.

Paulinho conta que Cuba não conseguiu apoio dos EUA por que Deus não quis. Pois o governo dele foi fundado com sangue, e muitos dos acordos políticos que não são fechados. É porque Deus não permite, pois o povo não merece prosperar e nem crescer.

Ele cita que a principal política de Bolsonaro é mandar fogo para cima das comunidades. E que ele sempre diz que traficante se combate com fogo.

Paulinho relembra o que aconteceu na última quinta-feira (06), em Juiz de Fora (MG). onde o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro. Recebeu uma facada, e afirma que os brasileiros não estão preparados para terem porte de armas. Ele relembra que o episodio que aconteceu no dia 06, serve como alerta. Pois se todos os brasileiros tivessem porte de armas a coisa poderia ser muito pior.

Se todos estivessem armados iria virar um “Cangaço”, disse ele.

O youtuber esclareceu que a psicoalgia fala que, para transformar um ser um humano. Tem que trabalhar o psicológico, emocional, biológico, e o social. E na sua opinião tudo isso gera uma quinta coluna que é a questão “Espiritual”,que vai fortalecer todos os outros pontos.

Paulinho encerra relembrando que se o policial que o abordou na época tivesse sobre ele o Bolsonaro, ele estaria morto junto com a família. E dizia que ele tinha reagido, e diz que mudou de opinião porque política de violência não vai funcionar nesse país. E completa que quando Bolsonaro ganhar. O poder de fogo que ele vai dar para a polícia vai ser em detrimento de pessoas comuns e inocentes. Pois eles serão acobertados pelo governo.

O vídeo dividiu a opinião dos internautas, o youtuber acabou sendo muito criticado por expor a sua opinião. Em relação ao candidato que lidera as pesquisas, para Presidente da República do Brasil.

Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro

Cadernos de Receitas
Bolsonaro assina indulto de Natal que perdoa policiais condenados

Portal de Noticias

Portal evangélico de Noticias. As melhores noticias do Brasil e do mundo em tempo real. Musicas, eventos, esportes, diversão, ciências, medicina, saúde e tudo isso e muito mais pra você ficar informado dos acontecimentos.

Deixe uma resposta