Alimentos bons ou ruins para a saúde

 

Alimentos bons ou ruins para a saúde

Alimentos bons ou ruins para a saúde. Comer, além de ser essencial para a nossa sobrevivência e para o bom funcionamento do organismo. Mas também um ato que traz satisfação, tanto é que muitas pessoas recorrem a comida em momentos de ansiedade ou tristeza, o que não é necessariamente bom. Sabe aquele ditado de que você é o que come? Ele é verdade! A forma como ele funciona depende do que você ingere.

Alguns estudos demostram que, de uma maneira geral, o risco de uma pessoa morrer é determinado 25% pela genética e 75% por outros fatores. Portanto sendo que destes, o mais importante é a alimentação selecionada pelas pessoas ao longo da vida. Inúmeros trabalhos mostram que a restrição ou redução calórica podem aumentar significamente a longevidade.

O perigo dos alimentos está na quantidade de gordura, açúcar, sal, conservantes, aromatizantes e corantes, principalmente nos industrializados. Ao entrarem em contato com o organismo, eles podem causar determinadas reações, e aumentar a chance de ter algumas doenças e reduzir a longevidade.

Alguns alimentos, como as frutas, vegetais e legumes fazem bem para o nosso organismo, entretanto, há outros que não são nada benéficos, dos quais devemos ficar longe se quisermos ter uma vida mais longa, saudável e com qualidade, já que eles consomem energia, causam inflamação e até substituem os nutrientes bons da sua dieta

É importante lembrar que as informações aqui passadas têm caráter informativo, e não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Dicas de saúde e qualidade de vida

Caderno de receita em arquivos pdf

Portal evangélico de noticias    FONTE: JETSS

Portal de Noticias

Portal evangélico de Noticias. As melhores noticias do Brasil e do mundo em tempo real. Musicas, eventos, esportes, diversão, ciências, medicina, saúde e tudo isso e muito mais pra você ficar informado dos acontecimentos.

Deixe uma resposta