Nós vamos fazer dinheiro

Nós vamos fazer dinheiro

Nós vamos fazer dinheiro sair do chão’, diz Paulo Guedes sobre deficit

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta 2ª feira (8.abr.2019) que pretende “produzir dinheiro o suficiente” para mostrar que não estão “preocupados com esse troço aí”, referindo ao deficit primário previsto para este ano de R$ 139 bilhões.
“O compromisso é que nós vamos levantar caixa o suficiente para ninguém ficar em dúvida. Meta do BNDES: devolver R$ 126 bilhões esse ano porque pedalaram o BNDES então nós vamos despedalar o BNDES. […] Mais R$ 80 bilhões em privatizações esse ano. Já são R$ 200 bilhões”, afirmou durante o debate “E Agora, Brasil?” promovido pelos jornais O Globo e Valor Econômico sobre 100 dias de governo.
O economista afirmou ainda que o governo vai “fazer dinheiro sair do chão aí de qualquer forma” citando ainda devoluções a serem feitas pelos bancos Caixa e Banco do Brasil.
“Vem mais R$ 80 bilhões do que eu chamo de instrumento livre de crédito que foram também alavancas para pedalar, pedalaram também na Caixa, pedalaram no Banco do Brasil. A Caixa vai vender subsidiária para me pagar, o BB vai vender subsidiária para me pagar. Paguem a União, paguem a União”, completou.
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também participou do evento realizado nesta 2ª feira (8.abr.2019) no B Hotel, em Brasília.
Em relação à reforma da Previdência, o economista negou que esteja projetando uma economia de R$ 800 bilhões em 10 anos com a reforma, conforme informou uma agência de notícias. “É fake news”, declarou.

Guedes voltou a dizer que o R$ 1 trilhão é necessário para tornar possível a introdução de 1 sistema de capitalização, no qual cada trabalhador poupa para sua aposentadoria.
Ele negou ter assumido a articulação política da reforma. “Eu não tenho a pretensão de ser coordenador político. Vocês viram meu desempenho lá” em referência à sua participação na audiência pública da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Câmara).
“Eu sou animal de combate. […] Eu não me considero 1 bom político. Eu acho que eu sou 1 defensor honesto de algumas propostas”, declarou.

 

Novo ministro da Educação

Portal de Noticias

Portal evangélico de Noticias. As melhores noticias do Brasil e do mundo em tempo real. Musicas, eventos, esportes, diversão, ciências, medicina, saúde e tudo isso e muito mais pra você ficar informado dos acontecimentos.

Deixe uma resposta