Pastor-preso-no-Irã-evangeliza-prisioneiros

Pastor preso no Irã evangeliza prisioneiros e muitos recebem a Cristo

Aonde eu estiver, vou falar do amor de Deus!, diz pastor iraniano que pregou o evangelho dentro da cadeia durante os anos que ficou preso.

Pastor preso no Irã evangeliza prisioneiros

Pastor iraniano Mojtaba Hosseini, testemunho sobre o tempo em que ficou na prisão

Um pastor iraniano, preso por liderar uma igreja “não autorizada“, continuou pregando o Evangelho dentro da prisão, onde muitos criminosos estão se encontrando com Jesus Cristo.

Antes de ser condenado a três anos de prisão, Mojtaba Hosseini, 30, era líder de uma igreja doméstica, que foi crescendo rapidamente no país. Depois de ser libertado da prisão em 2015, ele passou a viver em um local seguro fora do Irã.

Como todos os cristãos iranianos, Mojtaba sabia dos riscos de liderar uma igreja secreta no país. “Por que eu não parei de trabalhar com a igreja depois que fui preso pela primeira vez?“, perguntou ele, sorrindo. “Eu realmente não sei, não havia explicação lógica, mas sentimos que o Senhor queria que continuássemos“, respondeu.

Durante a maior parte de sua sentença, Mojtaba dividiu a cela com assassinos, ladrões e traficantes de drogas. Mesmo sabendo que Deus estava com ele na prisão, o líder cristão sentiu medo e desespero.

  “Eu orava, era tudo o que eu podia fazer, eu achava que Deus estava me punindo pelos meus erros, mas entendi que eu não estava lá por mim mesmo, mas para o Senhor.”

Pela primeira vez desde que foi preso, Mojtaba começou a olhar verdadeiramente para as pessoas, através dos olhos de Deus. A partir daí ele se sentiu inspirado a pregar o Evangelho a outros presos.

O líder cristão começou a contar seu testemunho de vida aos outros detidos e alguns se entregaram a Cristo. Ele queria ter uma Bíblia para ensinar seus colegas de cela, mas ele não a tinha disponível.

Como era impossível carregar a Bíblia dentro da prisão iraniana, um pregador muçulmano se ofereceu para colocar a Bíblia em suas mãos. O imã teve a ideia de imprimir as páginas da Bíblia e passá-las como aulas de inglês. Os versos foram traduzidos por um dos detidos. Então, as Escrituras eram conhecidas por todos.

“As pessoas pediam mais da Palavra, e a melhor coisa foi que os prisioneiros estavam dando suas vidas ao Jesus da Bíblia.” Refletindo sobre seu tempo atrás das grades, Mojtaba disse: “Eu nunca orei para que Deus me libertasse da prisão, eu posso servir a Deus em qualquer lugar, dentro ou fora da prisão, não importa em que situação eu esteja. Eu posso trabalhar para o Reino de Deus, onde Ele me colocar, e naquele tempo Deus me colocou entre os prisioneiros “.

FONTE: PORTAL PADOM

Radio Web Deus é FielAcesse