Primeiro-ministro de Israel

Primeiro-ministro de Israel planeja comparecer à posse de Jair Bolsonaro

Durante um telefone a Jair Bolsonaro, Benjamin Netanyahu expressou seu desejo de vir ao Brasil para a posse do presidente eleito.

A posse do presidente eleito Jair Bolsonaro deve ter a presença de representantes de outros países que querem estreitar laços com o Brasil. Segundo a Folha de S. Paulo, um deles é o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que expressou seu desejo durante um telefonema ao capitão reformado do exército.

Além de felicitar Bolsonaro pela vitória nas urnas e revelar seus planos de comparecer à posse presidencial no Brasil, Netanyahu também reforçou seu convite o presidente eleito a voltar a Israel – algo que também informou em um post de seu perfil oficial no Twitter.

“Eu falei esta noite com o presidente eleito do Brasil, @jairbolsonaro. Eu parabenizei ele por sua vitória. Eu disse a ele que estou certo de que sua eleição levará a uma grande amizade entre nossos povos e ao fortalecimento dos laços entre Brasil e Israel. Estamos esperando por sua visita a Israel!”, escreveu Netanyahu em sua publicação.

Bolsonaro chegou a visitar Israel quando ainda era deputado federal pelo PSC em 2016 e teve a oportunidade de se encontrar com o primeiro-ministro. Também nesta mesma viagem, o parlamentar brasileiro foi batizado no Rio Jordão.

O convite de Netanyahu deve ser aceito por Bolsonaro, pois o capitão já havia informado que sua primeira viagem internacional como presidente deve ser a Israel. Porém a data ainda deve ser confirmada, pois dependerá de seu estado de saúde.

Também pelo Twitter, Bolsonaro agradeceu a mensagem de Netanyahu.

“Acabo de receber os cumprimentos do Primeiro Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ao lado do Embaixador Yossi Shelley. Nossos laços de amizade se traduzirão em acordos onde nossos povos serão os maiores beneficiados”, escreveu o presidente eleito.

Retomada de laços

As relações entre Brasil e Israel foram prejudicadas pelo governo Dilma, que entre outros posicionamentos controversos, rejeitou a nomeação do embaixador de Israel durante sua gestão.

Agora, a expectativa é que estes laços sejam retomados entre Brasil e Israel durante o governo Bolsonaro, que declarou durante a sua campanha a sua intenção de reconhecer Jerusalém como capital dos judeus, transferindo a embaixada brasileira de Tel Aviv para lá, assim como fez o governo Trump, dos EUA.

Em setembro de 2017, Netanyahu visitou países da América Latina, passando por Argentina e Colômbia, mas acabou não passando pelo Brasil, devido a suas relações estremecidas com governos brasileiros.

Caso a visita do premiê israelense ao Brasil realmente aconteça, esta será a primeira vez que Netanyahu vem ao Brasil.

Fonte:Portal Eismeaqui

Portal de Noticias

Portal evangélico de Noticias. As melhores noticias do Brasil e do mundo em tempo real. Musicas, eventos, esportes, diversão, ciências, medicina, saúde e tudo isso e muito mais pra você ficar informado dos acontecimentos.

Deixe uma resposta

Radio Web Deus é FielAcesse