PUCPR apresenta novidades para a Escola de Ciências da Vida

PUCPR apresenta novidades para a Escola de Ciências da Vida

Em 2019, a Universidade colocará em prática algumas mudanças para os cursos de Ciências da Saúde e da Natureza

PUCPR apresenta novidades para a Escola de Ciências da Vida

O futuro da saúde combina esta ideia: eliminar os muros que separam as profissões e agregar conhecimentos em favor da sociedade. A PUCPR já está pensando assim. Em 2019, a Universidade dará início a um novo momento para a Escola de Ciências da Vida, a qual reúne os cursos de Ciências da Saúde e da Natureza.

A motivação para a mudança surgiu das necessidades apresentadas pela sociedade e pelo mercado, que buscam profissionais conectados com a inovação e munidos de competências mais abrangentes e integradas. O nome disso é interprofissionalismo e ele estará presente nas novas matrizes curriculares dos cursos.

De acordo com a Decana da Escola de Ciências da Vida, Renata Iani Werneck, neste novo modelo de ensino e aprendizagem, várias competências serão trabalhadas de maneira interprofissional, isto é: haverá um eixo comum, com áreas de conhecimento compartilhadas entre todos os cursos, e o eixo específico, com as competências técnicas de cada um. “Esse novo olhar tem o objetivo de melhorar a colaboração entre os profissionais para que atuem de forma interativa, reconhecendo o papel e a importância de cada área, em um trabalho complementar e construtivo”, explica.

A interação entre os cursos acontecerá tanto na teoria quanto na prática. Em um dos projetos, por exemplo, os estudantes irão até uma comunidade para detectar os seus problemas e achar soluções conjuntas, que podem ser desde a alimentação saudável até tratamentos psicológicos para famílias.

integrada em certos momentos, a fim de discutir profundamente os casos de pacientes e oferecer tratamentos mais completos”, afirma Renata. “Além disso, a prevenção será um dos eixos da matriz curricular. Mais do que corrigir problemas, queremos incentivar uma atuação educativa e preventiva”, comenta.
Flexibilização dos currículos

Outra novidade que contribui com a formação de profissionais globais é que os estudantes poderão escolher disciplinas como empreendedorismo, inovação e negócios para complementar os seus currículos.

“Tudo isso foi amplamente discutido e levado para a Universidade de Harvard (EUA), onde estivemos ao lado de profissionais da área de Educação de diversos países, que nos ajudaram a aprovar esta nova metodologia”, garante a Decana.

Mensalidade

As mudanças não significarão aumento de mensalidades: a PUCPR irá congelar os valores da maioria dos cursos da Escola de Ciências da Vida, sendo que Fisioterapia, Agronomia, Farmácia e Gastronomia terão seus valores reduzidos.

Sobre o novo profissional de Ciências da Saúde e da Natureza, Renata afirma sem dúvidas: “é aquele que tem aptidão técnica, visão global, pensamento empreendedor e busca atuar em conjunto com outros profissionais para encontrar as melhores soluções. Ele se preocupa em desenvolver competências sociais, culturais e humanas para melhorar vidas e toda a sociedade”, finaliza.

Fonte: G1

Radio Web Deus é FielAcesse